Problemas de saúde bucal em adolescentes que você precisa ficar atento

A adolescência é um período onde as dúvidas e as transformações afloram de maneira exacerbada. O corpo muda, as responsabilidades aumentam, a ansiedade triplica e a vontade de ser aceito se torna fundamental.

Para enquadrar-se em um grupo social, o adolescente busca sempre sua melhor versão, e para isso é importante ficar atento a alguns fatores que são bastante comuns neste período:

 

1. Placa bacteriana

A placa bacteriana é uma membrana pegajosa e incolor, em sua grande maioria formada por restos de alimentos. A placa é inofensiva se tratada corretamente com uma raspagem, mas o acúmulo e o descuido podem gerar o tártaro.

É comum na adolescência pela ingestão de alimentos em diversos momentos do dia sem uma higiene correta.

 

2. Cárie

Este é um problema comum em todas as fases da vida, começa na infância e é transferida para a adolescência com o consumo de uma alimentação rica em carboidratos e doces e sem uma higienização correta após a alimentação.

 

3. Halitose

A halitose pode ser causada por diversos fatores e, na adolescência, é comum que seja por causa da boca seca, efeito colateral de alguns remédios contra espinha.

 

4. Dentes desalinhados

Este talvez não seja mais comum na adolescência, mas é mais comumente descoberto nesta fase. Neste caso podemos trabalhar de maneira efetiva e sem restrições ao paciente com o uso de Invisalign® Teen/Comprehensive, que permite que o adolescente use o alinhador transparente sem medo de lesões ou restrições alimentares. Saiba mais sobre o Invisalign®Teen/Comprehensive clicando AQUI. 

 

5. Problemas com o siso

O famoso “dente do juízo” costuma chegar mais no final da adolescência e deve ser acompanhado de perto. Dependendo do paciente, o siso pode ficar impactado ou semi-impactado causando desconforto e ainda pode ser contribuinte a longo prazo , no desalinhando de dentes e/ou mordida.

 

6. Lesões por traumas

Com tanta energia, é natural que existam lesões pela prática de esportes e agitação diária.

O importante é estar sempre atento às lesões e se encaminhar para um especialista para o tratamento, que varia dependendo da extensão da lesão.

 

7. Gengivite

Nome dado para a inflamação na gengiva, é decorrente da negligência com a placa bacteriana, que começa a produzir toxinas que irritam a mucosa da gengiva.

Os sintomas clássicos são vermelhidão, inchaço e sangramento na hora da escovação.

 

Se você identifica algum destes problemas no seu filho, não deixe para depois. Faça uma visita ao dentista e a um ortodontista regularmente.